Testes do presidente Bolsonaro mostram resultados negativos para o novo coronavírus

Testes do presidente Bolsonaro mostram resultados negativos para o novo coronavírus
Bolsonaro edita MP para evitar erros durante a epidemia
14 de maio de 2020
Testes do presidente Bolsonaro mostram resultados negativos para o novo coronavírus
Bruno Covas é hospitalizado por desconforto abdominal
14 de maio de 2020

Testes do presidente Bolsonaro mostram resultados negativos para o novo coronavírus

Testes do presidente Bolsonaro mostram resultados negativos para o novo coronavírus

Testes do presidente Bolsonaro mostram resultados negativos para o novo coronavírus

Os testes do presidente Bolsonaro, entregues pela Procuradoria Geral da República no Supremo Tribunal Federal, foram negativos para o novo coronavírus. Desde o primeiro pedido de imprensa para revelar resultados, essa questão passou por quatro tribunais por 61 dias.

O presidente Bolsonaro realizou o primeiro exame em 12 de março. No dia seguinte, o jornal O Estado de S.Paulo solicitou acesso ao documento. A Presidência não apareceu e o jornal foi ao tribunal. Ele venceu na primeira e na segunda instância. A Procuradoria Geral da República apelou ao Superior Tribunal de Justiça e conseguiu suspender a divulgação na última sexta-feira. O jornal foi então à Suprema Corte.

Quando o ministro Ricardo Lewandowski se preparava para tomar uma decisão, na terça-feira à noite (12), a Procuradoria Geral da República, encarregada dos processos da Presidência da República, antecipou espontaneamente e entregou os resultados de três exames de Bolsonaro a STF. O ministro Lewandowski decidiu tornar pública toda a documentação.

Nos três exames apresentados pela AGU, foi encontrado um resultado negativo, o vírus “não detectado”. Os exames não contêm o nome do presidente Jair Bolsonaro.

A Secretaria-Geral da Presidência declara que nomes fictícios foram apresentados ao laboratório privado de Brasília, que realizou os dois primeiros testes do material que seria coletado no Hospital das Forças Armadas nos dias 12 e 17 de março. Mas o CPF e a data de nascimento que aparece nos documentos é, de fato, do presidente Jair Bolsonaro. Em um terceiro exame, realizado no dia 18 de março no laboratório da Fiocruz, o nome aparece como “paciente 05”.

Todos os testes apresentados pela Presidência são do tipo RT-PCR, que detecta se o vírus está presente no organismo. Não houve apresentação e não se sabe se o presidente Bolsonaro passou por outro tipo de teste sorológico que detecta a presença de anticorpos no organismo. Este teste descobre se a pessoa teve contato com o vírus, mesmo que seja assintomático.

A Secretaria-Geral da Presidência afirma que usou nomes fictícios para “preservar a intimidade, a privacidade, a honra e a imagem, bem como por razões de segurança”.

Bolsonaro fez os testes logo após retornar de uma viagem oficial aos Estados Unidos em 11 de março. Vinte e três pessoas próximas a ele contraíram a doença: membros da delegação brasileira, ministros e assessores próximos, incluindo alguns que não participaram da viagem. .

Em vista da apresentação dos documentos, o ministro Ricardo Lewandowski considerou que a denúncia estava prejudicada e encerrou o caso.

fonte: https://g1.globo.com/jornal-nacional/noticia/2020/05/13/exames-do-presidente-bolsonaro-apresentam-resultado-negativo-para-o-novo-coronavirus.ghtml

Os comentários estão encerrados.

%d blogueiros gostam disto: