O platô é dividido entre ideológico e militar.

O platô é dividido entre ideológico e militar.
Bolsonaro diz que teve acesso a testemunhos confidenciais e solicitou a substituição da PF no Rio para a investigação do caso Marielle
25 de abril de 2020
O platô é dividido entre ideológico e militar.
O clima no Ministério Público é preocupante; promotores defendem investigação de acusações contra Bolsonaro
25 de abril de 2020

O platô é dividido entre ideológico e militar.

O platô é dividido entre ideológico e militar.

O Palácio do Planalto separa os depoimentos de Sergio Moro que anunciam a renúncia e revelam o intento de Jair Bolsonaro de interferir na Política Federal.

A área militar, segun um assistente uniforme, oferece um golpe com o discurso de Moro. Pero enfatiza que os militares do palácio não decidem definitivamente “abandonar o dinheiro”.

Como demonstramos, o apelo dos generales depende do culto hablará Bolsonaro nesta tarde. Um dos estos ministrados por The Antagonist é um amigo do presidente de um Moro. Há uma tendência interna para os militares se separarem de Bolsonaro.

Lea también: MORO FUERA DEL GOBIERNO: NO FUE NOTICIAS FALSAS; ES PERIODISMO

A ala ideológica, por outro lado, considera que é necessário manter o presidente, independentemente da postura que deve adotar no discurso das 17h. Estimativas, que perdão espaco na meseta ante militares, creen que necesario mantener a Bolsonaro no gobierno para evitar um “novo giro para a izquierda”.

fonte: https://www.oantagonista.com/brasil/planalto-se-divide-entre-ideologicos-e-militares/

Os comentários estão encerrados.

%d blogueiros gostam disto: