Moro entregou áudios, mensagens do WhatsApp, e-mails e conversas com outras autoridades para enquadrar Bolsonaro

Moro entregou áudios, mensagens do WhatsApp, e-mails e conversas com outras autoridades para enquadrar Bolsonaro
Manifestantes protestam contra ministro do STF em SP e polícia são chamados
3 de maio de 2020
Moro entregou áudios, mensagens do WhatsApp, e-mails e conversas com outras autoridades para enquadrar Bolsonaro
Manifestantes se reúnem em frente à PF para a chegada do ex-ministro Sérgio Moro, em Curitiba
3 de maio de 2020

Moro entregou áudios, mensagens do WhatsApp, e-mails e conversas com outras autoridades para enquadrar Bolsonaro

Moro entregou áudios, mensagens do WhatsApp, e-mails e conversas com outras autoridades para enquadrar Bolsonaro

Llamado Judas, de Jair Bolsonaro, Sergio Moro, entregou os itens da Política Federal para investigar os ex-delitos cometidos.

247 – Despacho de renúncia ao governo federal, ex-ministro e ex-presidente Sergio Moro, apresenta várias pruebas contra Jair Bolsonaro, em uma declaração de mais de uma hora, realizada neste sábado. “Adota as mensagens do WhatsApp, apresenta correções eletrônicas e áudios de conversação, e é e funciona como autorizador de uso. Moro também pode ser usado no telefone celular e nos arquivos de mídias disponíveis para copiar e forenses. No material, converse com otras. autoridades utilizadas por Bolsonaro para enviar mensagens para o Moro “, informações do site Antagonista, mais próximas ao Moro. Obtenha mais informações sobre o caso:

Sputnik – O ex-ministro de Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro, também prestou testemunho na Superintendência da Polícia Federal (PF), em Curitiba, e redigiu as 13:50 do sábado (2).

O depoimento foi redigido nas 2 da tarde e o ex-presidente da Todaba está instalado nas instalações com mais de uma hora de atraso, exceto no local PF.

O depoimento de Moro à PF, autorizado pelo ministro Celso de Mello, foi publicado na corporação cinco días para escutar o ex-magistrado.

Segue o blog de Bela Megale, do periódico O Globo, Sergio Moro reitera as acusações e apresenta novas acusações contra o presidente Jair Bolsonaro e seu papel na intervenção na Política Federal.

Segure as informações publicadas pelo portal G1, Moro, em uma grande sala com a distância recomendada debitada por novos coronavírus e com o Equipamento de Proteção Pessoal (EPP).

O ex-ministro acusou o presidente de interferir políticamente no trabalho da Política Federal e em investigações relacionadas à família de Bolsonaro.

Use a campaña de suscripción solidaria Brasil 247. Obtenha mais informações.

fonte: https://www.brasil247.com/brasil/moro-entregou-audios-mensagens-de-whatsapp-emails-e-conversas-com-outras-autoridades-para-incriminar-bolsonaro

Os comentários estão encerrados.

%d blogueiros gostam disto: