Maia sugere eleições em 15 de novembro e 1º de dezembro em caso de adiamento

Maia sugere eleições em 15 de novembro e 1º de dezembro em caso de adiamento
Crivella diz que o Rio deve ter uma abertura gradual da economia ‘nos próximos dias’
21 de maio de 2020
Maia sugere eleições em 15 de novembro e 1º de dezembro em caso de adiamento
Covid-19: Crivella se reúne com Bolsonaro e anuncia que deve começar a reabrir ‘nos próximos dias’
21 de maio de 2020

Maia sugere eleições em 15 de novembro e 1º de dezembro em caso de adiamento

Maia sugere eleições em 15 de novembro e 1º de dezembro em caso de adiamento

Maia sugere eleições em 15 de novembro e 1º de dezembro em caso de adiamento

propaganda

O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), disse quinta-feira que é “radicalmente contra” a extensão dos mandatos devido à pandemia do novo coronavírus. “A extensão do termo não está prevista na Constituição brasileira. Pode até não haver eleições, mas um juiz assume. Não vejo [condição] na Constituição brasileira para prolongar um dia no cargo. Muito sensível do ponto de vista institucional ”, disse Maia.

Para ele, uma extensão nesse momento poderia servir como justificativa no futuro para algum funcionário do governo, “se sentindo muito forte”, estender seu próprio mandato. Quanto ao adiamento das eleições municipais, o deputado sugeriu que fosse realizada uma reunião de líderes da Câmara e do Senado para definir se seria adiada ou não. Na primeira rodada, se adiada, as datas citadas por Maia foram 15 de novembro e 1 de dezembro.

O prefeito ficou otimista com a abordagem na reunião entre o Presidente da República, Jair Bolsonaro e os 27 governadores, realizada nesta quinta-feira pela manhã. Ele disse que, com os brasileiros perdendo a vida e a economia caindo, é preciso haver maturidade para construir convergências. “Depois de muito esforço, o governo federal entende que precisa ajudar estados e municípios. Foi uma reunião importante”, comentou.

Maia também reafirmou sua preferência pelo isolamento social total: “Temos que entender que a recessão econômica é a mesma, mas aqueles que tentaram preservar o isolamento perderam menos vidas do que aqueles que não estavam preocupados com o isolamento. É o caminho certo, mas todos têm seu ponto de vista. ”

Em relação à luta contra a nova pandemia de coronavírus, o deputado disse que a saúde deve ser uma prioridade e que os principais programas e medidas já estão em vigor, e que o mais importante no momento é trabalhar com a eficácia dessas medidas e procurar para uma articulação melhor.

fonte: https://www.correiodopovo.com.br/not%C3%ADcias/pol%C3%ADtica/maia-sugere-elei%C3%A7%C3%B5es-em-15-novembro-e-1%C2%BA-de-dezembro-em-caso-de-adiamento-1.425543

Os comentários estão encerrados.

%d blogueiros gostam disto: