Bolsonaro diz que militares que receberam ajuda de emergência são “jovens em serviço obrigatório”

Bolsonaro diz que militares que receberam ajuda de emergência são "jovens em serviço obrigatório"
Bolsonaro anuncia fim das reuniões ministeriais de seu governo
13 de maio de 2020
Bolsonaro diz que militares que receberam ajuda de emergência são "jovens em serviço obrigatório"
Bolsonaro diz que o ministro estava “errado” e nega falar sobre a Polícia Federal na reunião
13 de maio de 2020

Bolsonaro diz que militares que receberam ajuda de emergência são “jovens em serviço obrigatório”

Bolsonaro diz que militares que receberam ajuda de emergência são "jovens em serviço obrigatório"

O presidente Jair Bolsonaro disse nesta quarta-feira (13) que os soldados que receberam ajuda de emergência de R $ 600 são “jovens que realizam serviço militar obrigatório”. Segundo o presidente, quem receber o benefício indevidamente será punido.

Segundo o governo, 73.200 soldados ativos, inativos, de carreira, trabalhadores temporários, pensionistas, dependentes e anistias receberam o auxílio, destinado a trabalhadores informais economicamente afetados pela pandemia de coronavírus.

O Ministério da Defesa informou que as Forças Armadas estão analisando a situação dos militares que receberam ajuda de emergência caso a caso.

Comentando sobre o caso, Bolsonaro explicou que são soldados de famílias mais pobres, que em 2019 não tinham renda.

“Não, não há soldados. Não, é o local que presta o serviço militar inicial. Cerca de 3% das crianças que realizam serviço militar obrigatório e são pessoas das classes mais baixas da população são as mais pobres. O Exército deste ano, a Marinha e a Força Aérea, e alguns se inscreveram “, afirmou o presidente.

Bolsonaro também afirmou que, no exército, ele “ferrou, pagou”. Ele disse que os militares deveriam devolver o dinheiro da ajuda e que seriam punidos.

“Como no ano passado, o filho dos pobres, sem renda, não tinha renda, eles acabaram recebendo. Agora, em nosso ambiente, quando algo de errado acontece em nosso ambiente militar, o animal aceita. Eles estão sendo identificados, pagarão, devolverão o dinheiro e receberão uma punição disciplinar. Algo que não acontece com muita frequência em outras áreas. Nosso ambiente cometeu um erro, pago. Eles são militares, mas são jovens que prestam serviço militar obrigatório “, concluiu.

Mais de 73.000 soldados receberam ajuda de emergência, diz o Ministério da Defesa

O que a lei diz?

A lei atual diz que a pessoa que atende aos seguintes critérios tem direito a assistência de R $ 600:

fonte: https://g1.globo.com/politica/noticia/2020/05/13/bolsonaro-diz-que-militares-que-receberam-auxilio-emergencial-sao-jovens-do-servico-obrigatorio.ghtml

Os comentários estão encerrados.

%d blogueiros gostam disto: