Prefeito e Paulo Guedes terminam

O decreto que proíbe a operação de serviços não essenciais será prorrogado no Ceará, diz Camilo Santana
O decreto que proíbe a operação de serviços não essenciais será prorrogado no Ceará, diz Camilo Santana
18 de abril de 2020
Bolsonaro avalia colocar general na posição número dois em saúde
Bolsonaro avalia colocar general na posição número dois em saúde
19 de abril de 2020

Prefeito e Paulo Guedes terminam

Prefeito e Paulo Guedes terminam

Ministro de Economia Paulo Guedes (Foto: Marcello Casal JrAgência Brasil)

A votação sobre o projeto da Ayuda de Emergência do Governo para Estados e Municípios Rompi a Relação Entre o Álcool, Rodrigo Maia (DEM-RJ), e o Ministro da Economia, Paulo Guedes. Nenhum dos dois contatos, como revelou o presidente Jair Bolsonaro em uma entrevista de Luiz Henrique Mandetta, renunciou a uma carga como Ministro de Saúde.

Guedes está convencido de que Maia trabalha para “aumentar” as finanças de Bolsonaro e prejudicar a recuperação econômica do país inviável na articulação com os principais opositores do presidente: os governadores João Doria (São Paulo) e Wilson Witzel (Rio de Janeiro ) e amigos, Guedes repetiu nas últimas semanas que o governo não pode financiar o lhama “juerga eleitoral” com o pretexto de luchar contra o covid-19.

O ministro comparou a opinião do presidente, qui, em uma entrevista à CNN, acusou Maia de querer dar um golpe político no governo que enfrentava os governadores contra Bolsonaro e que foi preso por “primeiro ministro”. O alcalde, por outro lado, se o equipamento de Guedes se basear em números “falsos” para evitar a ayuda mais que necessário para os governantes e alcaldes. No último mês de intercâmbio intercalado com Maia, o ministro enviou uma mensagem por telefone celular associado a um artigo dos economistas Marcos Lisboa e Marcos Mendes, alertando sobre o problema de que poderia criar a Ayuda propôs os estados. A resposta do outro lado: “Todo está bem. Lo aprobaré”.

Guedes dijo that no hubo acuerdo. “No voy a ir of aquí”, declarou o Ministro da Economia, que llama o projeto da Câmara “invasão geral da República”. Inclusão com a articulação do governante, no Senado no centro da cidade para votar nesta semana, especialmente despachados para 25 governadores que receberão uma carta dos senadores que aprovam completamente o projeto de lei.

A continuação, escute um novo podcast sobre as medidas econômicas adotadas na lucha contra o novo coronavírus:

O seu novo artigo? Clique aqui para assinar um novo boletim e receber mais conteúdo.

fonte: https://epocanegocios.globo.com/Economia/noticia/2020/04/epoca-negocios-presidente-da-camara-e-paulo-guedes-rompem.html

Os comentários estão encerrados.

%d blogueiros gostam disto: