O decreto que proíbe a operação de serviços não essenciais será prorrogado no Ceará, diz Camilo Santana

O decreto que proíbe a operação de serviços não essenciais será prorrogado no Ceará, diz Camilo Santana
Seqüestro enigmático e morte trágica: os últimos dias de Jimi Hendrix
18 de abril de 2020
O decreto que proíbe a operação de serviços não essenciais será prorrogado no Ceará, diz Camilo Santana
Prefeito e Paulo Guedes terminam
18 de abril de 2020

O decreto que proíbe a operação de serviços não essenciais será prorrogado no Ceará, diz Camilo Santana

O decreto que proíbe a operação de serviços não essenciais será prorrogado no Ceará, diz Camilo Santana

O governador do Ceará, Camilo Santana (PT), determinou que descreva qual é a operação de empresas de serviços e produtos que não existem no âmbito da extensão estendida, e que só há uma avaliação da duração da medida. A medida fue anunciada neste sábado pela tarde (18), ao vivo nas redes sociais.

Esta é a última vez que o administrador adia a aleta do decreto para reduzir a transmissão do novo coronavírus. Desta vez, a decisão de continuar tem a mediana do iTunes (20). “Com base na ciência e na orientação, avalie o termo, extensão do tempo, descreva e veja mais informações sobre as alterações na renovação do descritor de descriminação”, nome do governante.

A primeira proibição de operação de empresas de produtos e serviços não está disponível na área de vigilância às 0:00 do dia 20 de março. O anuncio da extensão desta proibição produz o 28 de março (durante a semana) e, os princípios de abril, o hub em uma nova extensão, esta vez por mais de 15 dias, válido até 20 de abril.

Tanto o governador do Ceará, como as autoridades de saúde estatais, enfatizaram a importância do direito social para retrasar e incluem aliviar o aumento dos casos de enfermaria, medidores que sistema de saúde pública se reestruturam para atenuar a situação.

Camas em Leonardo da Vinci

Anteriormente, Camilo publicou redes sociais sobre a expansão de 30 a 59 Unidades de Cuidados Intensivos (UCI) no Hospital Leonardo da Vinci, reativado em Marzo, em Fortaleza, exclusivamente para tratamento de Covid-19. O objetivo é coletar 130 UCIs individuais nesta unidade, incluindo todas as camas de enfermaria, para atender pacientes com novos coronavírus, no Santana.

Camilo Santana que continua atuando “no caso de emergência” para garantir a expansão do status de público público no Ceará, destacando a categoria de UCI instalada no estado nas últimas semanas, 261 no total. “O prefeito dificulta a compra de respiradores, debita a grande demanda no mundo e a falta deste dispositivo. Pero seguimos em seguida cada vez mais empresas nesta lucha”, também.

Casos no Ceará

O Ceará ofereceu 3.062 casos de Covid-19, 180 muertos e 10.219 sospechosos. Os dados publicados pela empresa atravessam a plataforma IntegraSUS, do Departamento de Saúde do Estado (Sesa), às 17h deste sábado (18).

Pruebas de diagnóstico for Covid-19. – Foto: Paulo Chiari / EPTV

Casos de coronavírus no Ceará Fuente: Sesa

Medidas do governo estatal

A Asamblea Legislativa aprova um projeto de lei do Governo do Estado que previa a compra e distribuição de 200.000 cilindros de gás em famílias com vulnerabilidade social, durante a pandemia de novos coronavírus.

O governador do Ceará, Camilo Santana, também anunciou (9) que distribuiu 423 milhões de cupons de alimentos para os estudantes no sistema público escolar do estado. O valor da tarifa será de R $ 80.

Outros benefícios oferecidos pelo Governo do Estado:

fonte: https://g1.globo.com/ce/ceara/noticia/2020/04/18/decreto-que-proibe-funcionamento-de-servicos-nao-essenciais-vai-ser-prorrogado-no-ceara-diz-camilo-santana.ghtml

Os comentários estão encerrados.

%d blogueiros gostam disto: