A hidroxicloroquina não funciona em casos graves, de acordo com um estudo do governo de Nova York

A hidroxicloroquina não funciona em casos graves, de acordo com um estudo do governo de Nova York
Prefeitura de SP suspende funerais para vítimas de coronavírus e autoriza enterros noturnos
24 de abril de 2020
A hidroxicloroquina não funciona em casos graves, de acordo com um estudo do governo de Nova York
Irã e Estados Unidos trocam ameaças a navios no Golfo Pérsico
24 de abril de 2020

A hidroxicloroquina não funciona em casos graves, de acordo com um estudo do governo de Nova York

A hidroxicloroquina não funciona em casos graves, de acordo com um estudo do governo de Nova York

Os resultados preliminares do iniciador de estetoscópio em grande escala da hidroxicloroquina, como tratamento para coronavírus, sugerem que o medicamento “realmente não causa muito efeito na tarefa de recuperação”, localizado no governador de Nova York, Andrew Cuomo.

“Creo que, por analistas que escutam, basicamente não tem um resultado positivo ou negativo”, diz Cuomo em uma entrevista à CNN.

Patrocinado pelo Departamento de Saúde do Estado de Nova York, o estúdio examina um total de 600 pacientes em 22 hospitais na área da cidade de Nova York.

A tomada de hidroxicloroquina, com ou sem antibióticos azitromicina, não oferece mais probabilidades de sobreviver a infecções que não existem, segundo David Holtgrave, decano da Faculdade de Saúde Pública da Universidade de Albany, responsável pela investigação.

“Não vemos diferenças significativas entre os pacientes que tomam medicamentos e os que não”, agregado Cuomo.

Hoy, no Brasil, o Conselho Federal de Medicina emitiu uma opinião sobre quem define três cenários possíveis para o aplicativo de cloroquina e hidroxicloroquina no tratamento de pacientes com coronavírus.

Como não existem estudos científicos sobre a eficácia desses alimentos, os critérios excepcionais e a adoção têm de ser investigados no curso ou como resultado de informações concretas.

Segue a agência, “não há evidência contínua de que os medicamentos contenham um efeito confirmado na prevenção e tratamento” da covid-19.

“Sem embargo, tendo em vista a situação excepcional e durante o período declarado da pandemia de covid-19, o CFM cree que é possível recuperar os medicamentos em situações específicas”.

fonte: https://noticias.uol.com.br/internacional/ultimas-noticias/2020/04/23/hidroxicloroquina-nao-funciona-em-casos-graves-diz-estudo-do-governo-de-ny.htm

Os comentários estão encerrados.

%d blogueiros gostam disto: