Confiança do consumidor cai em abril e atinge o nível mais baixo desde 2005, diz FGV

Confiança do consumidor cai em abril e atinge o nível mais baixo desde 2005, diz FGV
Gado bovino: queda de preço com matadouros avaliando férias coletivas, diz Safras
28 de abril de 2020
Confiança do consumidor cai em abril e atinge o nível mais baixo desde 2005, diz FGV
Embraer sem Boeing: os caminhos do brasileiro sem o acordo de US $ 4,2 bilhões e o que esperar das ações
28 de abril de 2020

Confiança do consumidor cai em abril e atinge o nível mais baixo desde 2005, diz FGV

Confiança do consumidor cai em abril e atinge o nível mais baixo desde 2005, diz FGV

O Índice de Confiança do Consumidor (ICC) da Fundação Getulio Vargas pode chegar a 22 pontos em abril, a 58,2 pontos, nível mais baixo da série histórica histórica em setembro de 2005. Tem entradas, o mínimo histórico é habitual registrado em dezembro de 2015, com a alcanzó de 64,9 pontos.

Segue a pesquisa, calcule uma perda de confiança para os consumidores em todas as classes de entrada, especialmente para famílias com menor poder aquisitivo (custa R $ 2,1 mil).

“Com Covid-19 e as medidas de controle, os consumidores percorrem o impacto da situação econômica do país e podem afetar as condições financeiras neste momento. O pesadismo na relação com os próximos meses é homogêneo entre os diferentes tipos de entrada e está relacionado com todos os fatores que afetam a relação com o consumo, mantendo apenas os gastos com alimentos e serviços relacionados à família. Todavía é difícil ver uma diferença significativa nos próximos meses, dado o alto nível de incerteza econômica e política ”, dados Viviane Seda Bittencourt, coordenadora das pesquisas da FGV.

Segue a pesquisa, tanto as avaliações do presente como as expectativas para os próximos meses se deterioram em abril. O Índice de Situação Atual (ISA) calcula 10,5 pontos, um 65,6 pontos, o nível mais baixo desde dezembro de 2016 (64,8 pontos), medidores do Índice de Expectativas (IE) calculados 28,9 pontos a 55, 0 pontos, o valor mais bajo na série histórica.

Entre os itens que compõem o ICC, o indicador que monta a intenção de comprar bienes duraderos nos próximos meses após a que mais contribuiu para a causa da confiança no caer 35,6 pontos a 21,1 pontos, o nível mais baixo desde 2005.

Coloque uma causa de 29,4 pontos no indicador que diminui o grau de otimização com relação às finanças familiares a 62,8 pontos em abril, o nível histórico mais baixo da série. A última vez que o indicador alcança um histórico mínimo em outubro de 2015 (64,7 pontos).

A confianza comercial também alcança o nível mais baixo da série

O Índice de Confiança Comercial (ICOM) da Fundação Getulio Vargas pode chegar a 26,9 pontos em abril, o prefeito caído em toda a série a partir de abril de 2010. O ICOM mede 88,1 a 61,2 pontos, registrando também El menor da série histórica. Em promoções móveis trimestrales, o índice cayó 12,3 pontos.

Em abril, a confederação cayó nos seis segmentos. O desempenho do índice influenciado pelo segundo mês consecutivo de queda das expectativas. O Índice de Expectativas (IE-COM) paga 19,5 pontos e alcança 63,2 pontos, o nível mais baixo desde o retorno da série.

fonte: https://g1.globo.com/economia/noticia/2020/04/27/confianca-do-consumidor-desaba-em-abril-atinge-menor-nivel-desde-2005-aponta-fgv.ghtml

Os comentários estão encerrados.

%d blogueiros gostam disto: