Qual o valor que a propriedade deve ser declarada no Imposto de Renda?

Qual o valor que a propriedade deve ser declarada no Imposto de Renda?
Luiz Alves, lenda da bolsa de valores, volta ao topo do Ibovespa em 2021
15 de junho de 2020
Qual o valor que a propriedade deve ser declarada no Imposto de Renda?
Zona euro: exportações e importações sofrem quedas históricas em abril
15 de junho de 2020

Qual o valor que a propriedade deve ser declarada no Imposto de Renda?

Qual o valor que a propriedade deve ser declarada no Imposto de Renda?

Qual o valor que a propriedade deve ser declarada no Imposto de Renda?

(Pexels)

Dúvidas do leitor: Devo informar a Declaração do Imposto de Renda de um imóvel adquirido no valor de R $ 290 mil, ou isso é válido apenas para imóveis a partir de R $ 400 mil?

Resposta de Samir Choaib *:

De acordo com o Serviço Tributário Federal, é necessário apresentar a Declaração Anual de Ajustamento para o ano 2020 (DIRPF 2020), o indivíduo residente no Brasil que, no ano civil de 2019, entre outras condições existentes “, tinha, em 31 de dezembro de posse ou propriedade de bens ou direitos, incluindo terras nuas, com valor total superior a R $ 300.000,00 (trezentos mil reais) “.

PROPAGANDA

Com base no exemplo de uma pessoa que comprou uma propriedade em 2019 por menos de R $ 300 mil e que não possui outros bens e direitos, que juntos atingem esse valor, ela não precisará registrar a declaração em 2020. .

Além disso, qualquer contribuinte que deva apresentar uma declaração, seja por estar em conformidade com as regras mencionadas ou outras, deve informar o proprietário do imóvel no IR, qualquer que seja o valor.

Leia também:

• Como declarar propriedades no imposto de renda

É importante considerar a hipótese de isenção ou redução do ganho de capital nas transações com imóveis, uma vez que, regra geral, o ganho de capital (lucro obtido entre o valor da venda e o custo da compra) na venda de bens e direitos sujeitos a à incidência de imposto de renda pessoal sob taxas progressivas, que podem variar de 15% (com lucro de até R $ 5.000.000,00) a 22,5% na parcela de lucros que exceder R $ 30.000.000,00)

Destacamos as seguintes isenções relacionadas a ganhos de capital:

1 – Venda, pelo valor igual ou inferior a R $ 440 mil, do único imóvel de propriedade do proprietário, individualmente, em condomínio ou em comunhão, independentemente de se tratar de terreno, terreno sem moradia, casa ou apartamento, residencial, comercial, industrial ou de lazer, e estar localizado em uma área urbana ou rural, desde que você não tenha realizado, nos últimos cinco anos, outra venda de imóvel sob nenhuma circunstância, tributada ou não, com o limite considerado em relação a: além de cada proprietário ou co-proprietário, no caso de ativos imobiliários; propriedade em comunhão, em caso de casamento ou união estável;

2 – Ganho na venda de imóveis adquiridos até 1969;

PROPAGANDA

3 – O valor da redução no ganho de capital para imóveis adquiridos entre 1969 e 1988 – Na venda de imóveis comprados até 31/12/1988, por um contribuinte residente no Brasil, um percentual fixo de redução no ganho de capital, determinado de acordo com ao ano da compra ou incorporação do imóvel, sendo o fator de redução de 100% para imóveis adquiridos até 1969; 95% para imóveis adquiridos até 1970, e a redução é de 5% ano após ano, até 1988, cujo fator de redução é de 5%;

4 – Em 16/06/2005, o lucro obtido por um indivíduo residente no Brasil na venda de imóveis residenciais, desde que o vendedor, dentro de 180 dias após a celebração do contrato, use o dinheiro recebido com a venda no compra de imóveis residenciais localizados no país; A opção pela isenção mencionada neste artigo é irreversível e deve ser relatada pelo contribuinte na respectiva Declaração de Cálculo de Ganhos de Capital na Declaração Anual de Ajuste.

É importante observar que, ao calcular ganhos de capital para pessoas que não são residentes no Brasil, as isenções e isenções fiscais previstas para os residentes no país não se aplicam.

* Samir Choaib é advogado e economista formado pela Universidade Mackenzie, com pós-graduação em direito tributário pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC-SP). É sócio fundador do escritório Choaib, Paiva e Justo, Advogados Associados, especializado em imposto de renda pessoal e responsável pela área de planejamento de sucessão do escritório. Durante anos, atuou como presidente da Câmara de Comércio Brasil-Estados Unidos da Flórida (BACCF), em São Paulo.

Você ainda não fez a declaração? Confira este guia passo a passo de tudo o que você precisa saber sobre imposto de renda para concluir sem cometer um erro.

fonte: https://www.infomoney.com.br/minhas-financas/a-partir-de-qual-valor-o-imovel-deve-ser-declarado-no-imposto-de-renda/

Os comentários estão encerrados.

%d blogueiros gostam disto: