‘Os números falam por si’ e o Brasil é melhor do que seus críticos imaginam

'Os números falam por si' e o Brasil é melhor do que seus críticos imaginam
Coronavírus: Conselho Médico de Goiás critica isolamento social
18 de maio de 2020
'Os números falam por si' e o Brasil é melhor do que seus críticos imaginam
Embaixador da China em Israel encontrado morto em casa
18 de maio de 2020

‘Os números falam por si’ e o Brasil é melhor do que seus críticos imaginam

'Os números falam por si' e o Brasil é melhor do que seus críticos imaginam

‘Os números falam por si’ e o Brasil é melhor do que seus críticos imaginam

O ex-ministro Luiz Mandetta fez parceria com quem prevê o “caos” no Brasil devido ao coronavírus, repetindo que “os números falam por si”. A opinião pública foi levada a embarcar na onda do Brasil, fazendo a pior luta contra a pandemia. Essas pessoas desconhecem que a evolução da doença, comparada aos Estados Unidos, Espanha, Itália, Reino Unido e França, é mais controlada no número de casos e no número de mortes confirmadas. Os números, como se costuma dizer, falam por si. As informações são da coluna Cláudio Humberto, do Diário do Poder.

CONTINUAR APÓS A PUBLICIDADE

O Brasil levou 43 dias para passar de 1.000 a 100.000 casos. Havia 16 nos EUA. EUA, 23 na Espanha, 30 na Itália, 31 na França e 33 no Reino Unido.

Houve 42 dias de 100 a 10.000 mortes confirmadas aqui. Na Espanha, foram 19 dias. Os Estados Unidos levaram 20, a França e o Reino Unido 23 e a Itália 24.

Somente a França, os Estados Unidos e o Reino Unido tiveram 1.000 mortes em um dia, 46, 40 e 33 dias após a primeira morte, respectivamente. O Brasil está no dia 61.

fonte: https://diariodopoder.com.br/claudio-humberto-home/numeros-falam-por-si-e-brasil-esta-muito-melhor-que-seus-criticos

Os comentários estão encerrados.

%d blogueiros gostam disto: