Os influenciadores devem indicar que suas fotos são retocadas no Instagram

Os influenciadores devem indicar que suas fotos são retocadas no Instagram

Os legisladores da Noruega aprovaram novos regulamentos que exigem influenciadores e todos aqueles que anunciam os produtos indicam claramente quando suas fotos são retocadas, a fim de lutar contra padrões irrealistas de beleza.

Essa nova lei foi adotada como uma mudança na Lei de Marketing em 2 de junho durante uma votação, e o rei da Noruega decidirá mais tarde, quando ele entrar em vigor.

Propaganda

De acordo com regras recentemente aprovadas, as publicações nas quais a forma, o tamanho ou a pele de um corpo foi retoqueada, mesmo que seja um filtro, deve incluir uma etiqueta padronizada projetada pelo Ministério das Crianças e pela Igualdade da Noruega. Por exemplo, as fotografias nas quais os lábios foram aumentados ou reduziram o tamanho, mas não está claro se será necessário fazer com fotos onde a luz ou a saturação foi modificada.

A lei também se aplica às fotos de influenciadores e celebridades para os quais “recebem um pagamento ou outras vantagens”, em particular o Facebook, Instagram, Snapchat, Tiktok e Twitter. Qualquer ofensa será sancionada pelo aumento de multas e, em casos extremos, com uma prisão.

A medição ocorreu depois que o público na Noruega se rebelou contra “Kroppsss”, literalmente traduzido por “pressão corporal”, ou seja, contra os padrões de beleza. Em sua proposta ao Parlamento Norueguês, o Ministério de Crianças e Igualdade cita pesquisas que mostraram que o que chamamos de padrões de beleza é um fator que contribui para a baixa auto -estima dos jovens.

“A pressão corporal está presente no local de trabalho, no espaço público em casa e em várias mídias, etc.”, pode ser lido na proposta. “Sempre existiu e a luta contra isso geralmente é difícil. O requisito de indicar claramente as fotografias que foram retocadas é um meio de combater a pressão corporal”.

“Esperamos que essa medida contribua significativamente para a redução de danos causados ​​por essas publicações, especialmente em crianças e jovens”, acrescentou o ministério.

No entanto, o ministério admitiu que a lei poderia ser difícil de implementar, porque nem sempre é fácil determinar se uma foto foi modificada ou não. Ele também enfatizou que uma conseqüência da lei poderia ser que os influenciadores se sintam mais com pressa em passar por uma cirurgia cosmética “para estar aos ideais de beleza”.

fonte: https://www.vice.com/es/article/g5gd99/influencers-deberan-indicar-que-sus-fotos-estan-retocadas-en-instagram

Os comentários estão encerrados.