Medidas de isolamento social se estendem no Rio

Medidas de isolamento social se estendem no Rio
O governo assina uma lei de veto que cria uma linha de crédito para micro e pequenas empresas durante a crise do coronavírus
19 de maio de 2020
Medidas de isolamento social se estendem no Rio
Merkel e Macron anunciam plano de ajuda de 3,12 bilhões de reais para a reconstrução da Europa
19 de maio de 2020

Medidas de isolamento social se estendem no Rio

Medidas de isolamento social se estendem no Rio

Medidas de isolamento social se estendem no Rio

O prefeito Marcelo Crivella anunciou nesta terça-feira (19) que estenderá medidas de isolamento social no município do Rio de Janeiro pelos próximos sete dias. Ele participou da inauguração de um tomógrafo na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) da Cidade de Deus, na Zona Oeste da cidade.

No final da manhã, o decreto foi publicado. Segundo ele, as medidas de isolamento são válidas até 25 de maio.

“Ontem, em uma reunião com a comunidade científica, Bia [Beatriz Busch, Secretária Municipal de Saúde] foi a primeira a falar, foi determinada e publicada no Diário Oficial Extraordinário que as medidas de contenção permanecem por mais sete dias”, afirmou. prefeito.

O objetivo dessas medidas é reduzir a velocidade de infecção na cidade pelo novo coronavírus, causando menos impacto no sistema público de saúde.

1 de 1 Prefeito Marcelo Crivella na abertura de um scanner na Cidade de Deus, na região oeste do Rio – Foto: Reprodução / Prefeito de Río Marcelo Crivella na abertura de um scanner na Cidade de Deus, na região oeste de Río – Foto: Reprodução / Prefeitura do Rio

Abertura de camas

A cidade também estima que a abertura dos demais leitos do Hospital da Campanha do Riocentro e do Hospital Ronaldo Gazolla deve ocorrer até a última semana de maio. A previsão é de 881 vagas em ambas as unidades. A secretária de Saúde Beatriz Busch também pediu aos hospitais estaduais para abrir vagas.

“Acreditamos que, durante a próxima semana, essas camas estarão abertas. E também estamos aguardando vagas nos hospitais estaduais ”, disse Busch.

Coronavírus: RJ registra 4.000 casos confirmados de Covid-19

Durante o discurso, o prefeito novamente enfatizou que a curva da taxa de contágio está diminuindo no Rio de Janeiro, mas ainda não é possível retornar em alguns segmentos. Ainda assim, ele observou que as medidas tiveram efeitos importantes para evitar estrangular a rede de saúde.

“E tomamos medidas ponderadas e equilibradas aqui, o setor não fechou. Os serviços não foram fechados, exceto os serviços que são prestados lado a lado, como dentistas, cabeleireiros, manicures. Mas consertando o computador, o escritório de engenharia, a arquitetura o escritório, a contabilidade, não estava fechado. O setor não parou. O setor de petróleo e gás, o setor de construção civil e o setor siderúrgico de Santa Cruz estão trabalhando. O comércio, mantendo o essencial, parou “, afirmou Crivella.

Multa de R $ 60 milhões à OEA

A Controladoria Geral do Município (CGM) anunciou a publicação de uma multa de R $ 60 milhões à OEA por trabalhos supervalorizados nos Jogos Olímpicos de 2016. A publicação aparece no Diário da República e prevê o pagamento em 30 dias.

O G1 entrou em contato com a OEA, que está em recuperação judicial, questionando se o valor será pago e solicitando uma posição, mas ainda não recebeu resposta.

Segundo o prefeito Marcelo Crivella, o problema ocorreu em parte das obras da Transcarioca entre Galeão e Penha, na Zona Norte do Rio.

“O assalto foi ótimo. Quando esse dinheiro foi retirado da conta de imposto municipal, R $ 711 milhões apenas nesta seção do Transcarioca e nas obras da bacia do rio Jacarepaguá. Eles começaram a fazer as acusações e uma das empresas denunciadas era a OEA “, afirmou Crivella.

Os trechos que ainda não foram concluídos, segundo ele, devem ser entregues pelo contratado. “Eles terão que refazê-lo. Vamos tomar o exemplo de Transoeste como exemplo. A calha que foi feita está quebrada. Os ônibus saem dessa calha e andam na antiga, para onde vão os carros. Poderíamos ter economizado R $ 600 milhões naquela hora”

Márcia Andréia Peres, Controladora Geral do Município, também comentou a decisão e disse que o processo durou seis meses, com o direito de defender a empresa.

fonte: https://g1.globo.com/rj/rio-de-janeiro/noticia/2020/05/19/crivella-diz-que-medidas-de-isolamento-social-serao-prorrogadas-no-rio.ghtml

Os comentários estão encerrados.

%d blogueiros gostam disto: