Macacos vacinados ou infectados parecem desenvolver imunidade contra o Covid-19, estudos mostram

Macacos vacinados ou infectados parecem desenvolver imunidade contra o Covid-19, estudos mostram
Casos de coronavírus no Brasil em 19 de maio
21 de maio de 2020
Macacos vacinados ou infectados parecem desenvolver imunidade contra o Covid-19, estudos mostram
Covid-19: macacos protegidos de segunda infecção, segundo estudo
21 de maio de 2020

Macacos vacinados ou infectados parecem desenvolver imunidade contra o Covid-19, estudos mostram

Macacos vacinados ou infectados parecem desenvolver imunidade contra o Covid-19, estudos mostram

Macacos vacinados ou infectados parecem desenvolver imunidade contra o Covid-19, estudos mostram

Macacos vacinados ou infectados parecem desenvolver imunidade contra o Covid-19, estudos mostram

Macacos vacinados ou infectados com o novo coronavírus desenvolveram anticorpos que lhes permitem se proteger de uma nova infecção, de acordo com dois estudos publicados quarta-feira na revista “Science”.

“Nossas descobertas aumentam o otimismo sobre a possibilidade de desenvolver vacinas Covid-19”, afirmou Dan H. Barouch, pesquisador que conduziu os dois estudos no Centro Médico Beth Israel Deaconess (BIDMC), em Boston. “Mais pesquisas serão necessárias para responder a algumas questões importantes sobre a duração dessa proteção” e os detalhes das vacinas Sars-CoV-2 desenvolvidas para o homem, disse ele.

“Esses primeiros estudos que mostram que primatas não humanos podem desenvolver imunidade contra Sars-CoV-2 são promissores”, disse a revista científica.

No primeiro estudo, nove macacos adultos foram infectados com o vírus. Após a recuperação, eles foram expostos a uma segunda infecção 35 dias depois. Todos apresentaram “poucos ou nenhum sintoma”.

“Esses dados indicam que a infecção pelo vírus causou imunidade” nos macacos, concluíram os autores, destacando as “diferenças importantes” envolvidas na infecção humana.

No segundo estudo, os pesquisadores aplicaram vacinas experimentais em 35 macacos adultos. Quando foram infectados com o vírus por via nasal, seis semanas depois, “tinham níveis suficientes de anticorpos no sangue para neutralizá-lo em duas semanas”, afirmou a revista.

Os pesquisadores observaram que esses níveis eram semelhantes aos detectados em humanos que se recuperaram após a infecção pelo novo coronavírus.

“Estes são estudos muito encorajadores”, disse o pesquisador Lawrence Young, da Universidade de Warwick, que não participou do trabalho. Mas as infecções com o novo coronavírus “seriam diferentes nos seres humanos, especialmente a capacidade do vírus de infectar muitos outros tecidos e células nos seres humanos. As respostas imunológicas também seriam muito diferentes”, disse ele.

fonte: https://istoe.com.br/macacos-vacinados-ou-infectados-parecem-desenvolver-imunidade-contra-covid-19-apontam-estudos/

Os comentários estão encerrados.

%d blogueiros gostam disto: