Guedes defende a saída da “letargia econômica” em duas etapas

Guedes defende a saída da "letargia econômica" em duas etapas
A PGR informará o Supremo Tribunal Federal que concorda com a extensão da investigação sobre Bolsonaro
2 de junho de 2020
Guedes defende a saída da "letargia econômica" em duas etapas
Casos de coronavírus e número de mortes no Brasil em 2 de junho
2 de junho de 2020

Guedes defende a saída da “letargia econômica” em duas etapas

Guedes defende a saída da "letargia econômica" em duas etapas

Guedes defende a saída da “letargia econômica” em duas etapas

🔊 Clique para ouvir ou importar

O ministro da Economia, Paulo Guedes, defendeu na sexta-feira (29/05) que o país deveria sair da “letargia econômica” em duas etapas, depois que a nova pandemia de coronavírus “atingiu fortemente” a economia (covid-19). O primeiro é um retorno seguro ao trabalho e o segundo é manter a agenda de reformas, disse Guedes em um debate promovido pelo Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES).

Logo no início da crise causada pelo novo coronavírus, segundo o ministro, as ações se concentraram no problema de saúde “, a primeira onda que o país teve que enfrentar”. Agora, a segunda onda é a econômica ”.

O ministro lembrou que os indicadores de coleta e investimento nos dois primeiros meses do ano apontaram para o início da decolagem da economia brasileira até o país ser afetado pela crise causada pelo novo coronavírus.

Segundo o ministro, os investimentos foram 6% maiores no primeiro trimestre em relação ao mesmo período do ano passado. A arrecadação, nos dois primeiros meses do ano, foi 20% superior à prevista, o que, na sua opinião, indicava que o Brasil estava começando a se movimentar.

“Hoje saiu um número do PIB que mostra uma queda. Vou pedir que nos separemos para ver se realmente decolamos nos primeiros dois meses e no terceiro mês a crise nos levou e nos fez cair, ou se realmente estávamos em um estado anêmico. A impressão que tive com exportações 6% acima do ano passado, investimentos diretos acima do ano passado, impostos nos dois primeiros meses 20% acima das indicações, foi que estávamos começando a avançar “, afirmou.

Guedes afirmou que, juntamente com o retorno seguro ao trabalho, o Brasil surpreenderá o mundo, porque, apesar de ter “uma democracia barulhenta e vibrante”, está implementando reformas como a Previdência Social, aprovada no ano passado, e o início da transformação de o Estado. em progresso.

Ele lembrou que o governo federal transferiu recursos para os estados e municípios, três vezes mais do que eles esperavam sob a Lei Kandir. Este ano, para o ministro, a crise apenas confirma que as diretrizes estavam indo na direção certa, porque o pacto federal em andamento no Senado resultaria na transferência de R $ 450 bilhões.

“Imagine se esses recursos já estivessem nos estados. Quando a crise chegasse, em vez de ter estádios de futebol, teríamos hospitais. Quando a decisão é centralizada, o governo decide fazer um porto em Cuba, funciona na Venezuela, mas se o dinheiro for descentralizado, nenhum estado brasileiro, nenhum conselho da cidade enviará recursos para trabalhar no exterior. Pelo contrário, eu estaria fazendo hospitais, saneamento, escolas, cada uma próxima das pessoas ”, afirmou.

Informações: Agência Brasil

fonte: https://www.tercalivre.com.br/guedes-defende-saida-da-letargia-economica-em-dois-estagios/

Os comentários estão encerrados.

%d blogueiros gostam disto: