Francisco em Regina Coeli: o Espírito Santo ilumina e sustenta nossos passos

Por que Luciano Huck fica em silêncio?
Por que Luciano Huck fica em silêncio?
18 de maio de 2020
Cinco possíveis crises internacionais além da pandemia de coronavírus
Cinco possíveis crises internacionais além da pandemia de coronavírus
18 de maio de 2020

Francisco em Regina Coeli: o Espírito Santo ilumina e sustenta nossos passos

Francisco em Regina Coeli: o Espírito Santo ilumina e sustenta nossos passos

Francisco em Regina Coeli: o Espírito Santo ilumina e sustenta nossos passos

A observância dos mandamentos e a promessa do Espírito Santo. “O Papa Francisco os colocou no centro da reflexão que precedeu a recitação da oração de Regina Coeli, também neste domingo, na Biblioteca do Palácio Apostólico.

Silvonei José – Cidade do Vaticano

É o sexto domingo de Páscoa, o Evangelho de João fala nos capítulos 14, 15-21 do amor de Deus. É um amor “gratuito” que Jesus também quer se tornar o “modo concreto de vida entre nós”, um amor que dá ao “coração do cristão” o Espírito Santo, para que ele possa nos ajudar a cumprir sua vontade.

Ouça e compartilhe

O amor recíproco é o mandamento de Jesus

Aqui estão as duas mensagens fundamentais contidas na liturgia de hoje: “guarde os mandamentos e a promessa do Espírito Santo”. O Papa Francisco os colocou no centro da reflexão que precedeu a recitação da oração de Regina Coeli, também neste domingo, na Biblioteca do Palácio Apostólico:

Jesus nos pede para amá-lo, mas ele explica: esse amor não termina em um desejo por Ele, ou em um sentimento, não, requer disponibilidade para seguir Seu caminho, ou seja, a vontade do Pai. E isso se resume no mandamento do amor. recíproco, dado pelo próprio Jesus: “Como eu te amei, vocês também se amam” (João 13:34). Ele não disse “me ame como eu te amei”, mas “se ame como eu te amei”. Ele nos ama sem pedir nada em troca e quer que seu amor livre se torne o modo de vida concreto entre nós: essa é a sua vontade.

O Espírito Santo nos ajuda a permanecer no caminho de Jesus.

“Se você me ama, guardará meus mandamentos; e eu orarei ao Pai e Ele lhe dará outro Paracleto”: nas palavras de João, há a promessa que Jesus faz, em sua despedida, aos discípulos para ajude-os a caminhar no caminho do amor: Ele promete não deixá-los sozinhos e, em vez disso, envia um “Consolador”, um “Defensor” que inculca neles “inteligência para ouvir” e “coragem para observar Suas palavras”. Este presente, que desce aos corações dos cristãos batizados, é o Espírito Santo:

O próprio Espírito os guia, ilumina, fortalece, para que cada um caminhe na vida, mesmo pelas adversidades e dificuldades, nas alegrias e tristezas, permanecendo no caminho de Jesus. Isso é possível precisamente permanecendo dócil ao Espírito Santo, de modo que, através de sua presença ativa, ele não apenas conforta, mas transforma corações, abrindo-os à verdade e ao amor.

A palavra de Deus é vida

O Espírito Santo que conforta, que transforma, que “nos ajuda a não sucumbir” à experiência do erro e do pecado que “todos praticamos”, que nos faz “viver plenamente” a Palavra de Deus que é “luz para nossos passos” e vida”:

A Palavra de Deus nos é dada como a Palavra da vida, que transforma, que renova, que não julga condenar, mas que cura e tem o propósito de perdoar. Uma palavra que é leve para nossos passos. E tudo isso é obra do Espírito Santo! Ele é o dom de Deus, ele mesmo é Deus, que nos ajuda a ser pessoas livres, pessoas que querem e sabem amar, pessoas que entendem que a vida é uma missão para proclamar as maravilhas que o Senhor realiza naqueles que confiam nele. . .

A rendição final do Papa é à Virgem Maria, “modelo da Igreja que sabe ouvir a Palavra de Deus e aceitar o dom do Espírito Santo”: para que ela nos ajude, pede Francisco, a viver o Evangelho com alegria, sabendo que o Espírito Santo nos sustenta e nos guia.

fonte: https://www.vaticannews.va/pt/papa/news/2020-05/papa-rainha-coeli-mandamentos-espirito-santo.html

Os comentários estão encerrados.

%d blogueiros gostam disto: