Falta de segurança leva jornalistas do Grupo Globo a deixar seu dever em Alvorada

Falta de segurança leva jornalistas do Grupo Globo a deixar seu dever em Alvorada
Goiás assina protocolo de intenções com 24 empresas
25 de maio de 2020
Falta de segurança leva jornalistas do Grupo Globo a deixar seu dever em Alvorada
Apoiantes de Bolsonaro assediam jornalistas em Brasília
25 de maio de 2020

Falta de segurança leva jornalistas do Grupo Globo a deixar seu dever em Alvorada

Falta de segurança leva jornalistas do Grupo Globo a deixar seu dever em Alvorada

Falta de segurança leva jornalistas do Grupo Globo a deixar seu dever em Alvorada

A falta de segurança de seus jornalistas ao deixar o Palácio da Alvorada fez o Grupo Globo decidir que seus profissionais não estarão mais em serviço no local. Os apoiadores do presidente Jair Bolsonaro, que são forçados a ficar lado a lado com jornalistas, com apenas uma grade entre os dois grupos, cada vez mais insultam profissionais da mídia, de todas as mídias, que trabalham lá.

Com o aumento da animosidade dos militantes e sem as autoridades tomarem medidas para proteger os jornalistas, o vice-presidente de relações institucionais do Grupo Globo comunicou a decisão, por carta, ao ministro-chefe do Gabinete de Segurança Institucional, Augusto Heleno.

Os jornalistas do Grupo Globo encontrarão maneiras seguras de investigar e denunciar o que está acontecendo lá, sem prejuízo do público.

A seguir, a carta completa enviada pelo Grupo Globo ao ministro Augusto Heleno:

Ao cumprimentá-lo, apontamos para este escritório um problema que envolve a segurança da cobertura noticiosa no Palácio da Alvorada. É público que o Presidente da República na partida, e muitas vezes ao retornar ao Palácio, sai do carro e dá entrevistas e cumprimenta os apoiadores. Esse fato fez com que vários meios de comunicação movessem as equipes de reportagem para o cobrir.

No entanto, existem muitos insultos e desculpas que nossos profissionais têm sofrido diariamente pelos militantes que estão lá, sem nenhuma segurança para o trabalho jornalístico.

Esses ataques estão crescendo.

Informamos que, a partir de hoje, nossos repórteres, encarregados de cobrir o Palácio da Alvorada, não aparecerão mais naquele local no exterior para a imprensa.

Com a responsabilidade que temos em relação aos nossos funcionários e sem segurança no emprego, tivemos que tomar essa decisão.

Respeitosamente,

Paulo Tonet Camargo

Vice-Presidente de Relações Institucionais

fonte: https://g1.globo.com/politica/noticia/2020/05/25/falta-de-seguranca-faz-jornalistas-do-grupo-globo-deixarem-plantao-no-alvorada.ghtml

Os comentários estão encerrados.

%d blogueiros gostam disto: