EPI, distância e janela aberta: o cotidiano de um profissional da Comgás

EPI, distância e janela aberta: o cotidiano de um profissional da Comgás
Como praticar o lazer criativo nos dias de hoje, de acordo com Domenico de Masi
29 de maio de 2020
EPI, distância e janela aberta: o cotidiano de um profissional da Comgás
86% dos empresários que buscaram empréstimos na pandemia não conseguiram
29 de maio de 2020

EPI, distância e janela aberta: o cotidiano de um profissional da Comgás

EPI, distância e janela aberta: o cotidiano de um profissional da Comgás

EPI, distância e janela aberta: o cotidiano de um profissional da Comgás

São Paulo – O dia de trabalho do engenheiro de gás Edicarlos Alves dos Santos, 43 anos, começa cedo. Às 5 horas da manhã, verifique o carro de Comgás e veja se ele tem todo o equipamento de proteção individual, EPP.

Ele então entra em contato com a equipe técnica para verificar as horas de serviço do dia. “Caso contrário, mudei para uma região específica da capital, conforme orientação da equipe, e estou pronto para responder a qualquer solicitação da região”, diz o profissional que trabalha na Comgás há seis anos. Seu turno termina às 14h.

O suprimento de gás é um serviço essencial e Edicarlos vê a situação atual com “determinação e fé”, como afirmou em nosso relatório. Desde o início da quarentena, ele, que viajava de transporte público para o trabalho, começou a usar veículos da frota da empresa para viajar. Muito em sua rotina.

“Recebemos uma série de diretrizes estritas sobre cuidados preventivos diários e nossa equipe de Administração de Saúde nos monitora constantemente”, diz ele. Controlar o medo e estar vigilante para evitar a contaminação de sua família e colegas de trabalho tem sido a parte mais difícil da profissão hoje.

Todo o esforço, diz ele, vale a pena, pois é no campo em que ele percebe a importância de seu trabalho para garantir o fornecimento de gás natural canalizado para residências, empresas e hospitais, conforme relatado na seguinte entrevista:

O que mudou em sua rotina com a pandemia de Covid-19?

Muitas coisas mudaram com a pandemia, começando com o deslocamento para o trabalho. Passeios em família, visitas a amigos e familiares, viagens a parques e clubes, rotinas escolares com crianças tiveram que ser interrompidas. Os hábitos de limpeza e higiene devem ser reforçados (como trocar de roupa quando eu voltar da rua, trocar de sapato para entrar na casa etc.).

No trabalho, além de adotar EPI adicionais e adequados para cada atividade, recebemos uma série de diretrizes estritas sobre cuidados preventivos diários e nossa equipe de gerenciamento de saúde nos monitora constantemente. Na Comgás, a segurança está em tudo o que fazemos, seja nas operações ou no cuidado das pessoas.

Como você lida com esse momento?

Com determinação e fé de que isso acontecerá em breve, sempre tomando todas as precauções necessárias para garantir a segurança de mim mesmo, de toda a equipe e dos clientes.

O que está aprendendo com a pandemia?

Tudo novo é assustador. No entanto, nos dá a oportunidade de revisar algumas situações. Por exemplo, hoje, com toda a família ficando mais em casa, aprendi uma lição sobre como gerenciar melhor o tempo. Estou tendo mais momentos para curtir com meu filho.

Como isso foi recebido nas casas das pessoas? Eles estão com medo? E você?

Aparentemente, os clientes nos recebem apreensivos sobre tudo o que está acontecendo e sobre ter que entrar na propriedade. Mas quando eles percebem que estamos usando todo o EPI, a sensação de alívio é notável.

Ele trouxe mais segurança no trabalho, pois estamos usando EPIS adicionais (máscara, avental, adereço, gel de álcool) que complementam o equipamento que já foi usado. Ao chegar à residência, ainda solicitamos que o cliente mantenha uma distância mínima e um ambiente ventilado para preservar a saúde de todos.

O que o motiva a trabalhar em um momento tão delicado?

O que me motiva a trabalhar é minha família e minha fé de que isso é temporário. Estar em campo para atender o serviço de gás natural canalizado, que proporciona mais conforto e segurança a quem o recebe, nos faz perceber o quanto é importante realizar esse trabalho.

Você se sente mais valorizado como um profissional essencial para a sociedade?

Sim! Estamos trabalhando com o máximo cuidado para garantir que os clientes, incluindo hospitais, recebam serviços essenciais. Na Comgás, sempre colocamos a segurança em primeiro lugar. Esse é o maior valor para nossa equipe, porque a segurança é cuidar de si e dos outros.

Qual é o principal desafio da sua profissão agora?

Trabalhe a parte emocional. Sempre atento a tomar todos os cuidados de higiene necessários para evitar qualquer risco de contaminação da minha família e colegas.

Como será o retorno aos escritórios?

Limpeza, reuniões virtuais, mesmo com todos da empresa, e portas e janelas abertas. Estas são algumas das medidas que podem ser tomadas na quarentena subsequente:

Como vamos trabalhar na pós-quarentena?

Deseja ter acesso a todo o conteúdo exclusivo da YOU S / A? Clique aqui e assine a YOU S / A por R $ 9,90 por mês.

Você gosta de RH? Basta clicar aqui para ser nosso assinante, por R $ 9,90 por mês.

Compartilhar isso:

fonte: https://vocesa.abril.com.br/carreira/epis-distancia-e-janela-aberta-o-dia-a-dia-de-um-profissional-da-comgas/

Os comentários estão encerrados.

%d blogueiros gostam disto: