Doria nega bloqueio em SP e confirma ‘quarentena inteligente’ em junho

Comunidade venezuelana no Brasil fala contra deputado do PT
Comunidade venezuelana no Brasil fala contra deputado do PT
25 de maio de 2020
Brasil registra 374.898 casos de coronavírus e 23.473 mortes
Brasil registra 374.898 casos de coronavírus e 23.473 mortes
25 de maio de 2020

Doria nega bloqueio em SP e confirma ‘quarentena inteligente’ em junho

Doria nega bloqueio em SP e confirma 'quarentena inteligente' em junho

Doria nega bloqueio em SP e confirma ‘quarentena inteligente’ em junho

O governador de São Paulo, João Doria (PSDB), disse hoje que o estado não será fechado no momento. Em entrevista à GloboNews, o político tucano descartou a possibilidade imediata da medida mais rígida na luta contra a covid-19 e confirmou uma “quarentena inteligente” a partir de junho.

“No momento, tenho que ser honesto. No momento, não há perspectivas de fechamento imediato. No momento, não vamos promulgar em nenhuma cidade. Mas o aspecto é diário, temos o sistema de monitoramento inteligente”, afirmou. .

“Teremos uma nova quarentena. Não é de imaginar que não teremos uma nova quarentena a partir de 1º de junho, mas será uma quarentena inteligente. Levará em consideração toda a regionalização de São Paulo, no interior, a capital. , região metropolitana, La “A decisão não será homogênea. Até agora era porque tinha que ser. Agora, podemos torná-lo heterogêneo, seguindo as orientações do comitê de saúde. As áreas que definem uma cuidadosa flexibilidade e em etapas serão levadas em consideração “, acrescentou.

O governador disse que o plano será explicado em detalhes em entrevista coletiva nesta quarta-feira (27).

Medidas “adicionais” para situações críticas

Apesar de negar a implementação do bloqueio, Doria disse que isso não significa que o governo não possa tomar medidas “adicionais” em locais com baixo nível de isolamento social e com leitos de UTIs com alta taxa de ocupação.

“Neste momento, hoje, não temos perspectiva de decretar um fechamento amanhã, o que não significa que não recomendaremos medidas adicionais em locais onde é necessário melhorar a taxa e reduzir as taxas de leitos na UTI. O que fazemos é quarentena” . isso é feito com tecnologia e informação “, afirmou.

O político tucano também agradeceu mais uma vez a população de São Paulo pelo esforço feito para respeitar o isolamento social durante as mega férias. O índice foi de 55% ontem, a melhor marca desde o início de maio.

“Todas as vitórias nesta guerra devem ser comemoradas e temos que agradecer às pessoas que fizeram um esforço para ficar em casa. Temos que saudar a todos. Aumentamos o índice. É a melhor taxa nos últimos 21 dias. Temos que agradeço a quem respeitei a orientação e minha gratidão foi expressa no tweet que fiz “, disse ele.

‘Não há desacordo com Bruno Covas’

Doria também disse que não há discordância entre ele e o prefeito de São Paulo, Bruno Covas (PSDB), em relação à luta contra o novo coronavírus.

“Não há discordâncias entre o prefeito e eu. O relacionamento com Bruno Covas e sua equipe é o melhor possível desde o início da quarentena. Nenhuma decisão será tomada sem harmonia. Não há discordâncias, há análises, informações. Nós ouça e nós sabemos como ouvir todos eles. “opiniões. As reuniões aqui são construtivas. Sempre realizamos reuniões sem xingar, ofender, discutir e sem tocar na mesa. Este não é o caso em São Paulo “, afirmou.

fonte: https://noticias.uol.com.br/saude/ultimas-noticias/redacao/2020/05/25/doria-nega-lockdown-em-sp-e-confirma-quarentena-inteligente-em-junho.htm

Os comentários estão encerrados.

%d blogueiros gostam disto: