Departamento de Saúde do DF sob investigação do Ministério Público

Departamento de Saúde do DF sob investigação do Ministério Público
Notícias falsas sobre agenda do Senado nesta semana
12 de julho de 2020
Departamento de Saúde do DF sob investigação do Ministério Público
Ibovespa a 100 mil pontos: lembre-se de como o índice perdeu esse nível e voltou
12 de julho de 2020

Departamento de Saúde do DF sob investigação do Ministério Público

Departamento de Saúde do DF sob investigação do Ministério Público

Departamento de Saúde do DF sob investigação do Ministério Público

🔊 Clique para ouvir ou importar

O Escritório do Distrito Federal e Territórios (MPDFT) e a Justiça Criminal de Brasília iniciaram hoje (2) a Operação Falsa Negativa, com o objetivo de investigar alegadas ilegalidades nos testes de contratação para a detecção de covid-19 em oito unidades federais.

Segundo o MPDFT, as suspeitas são de que, por meio da demissão de propostas devido à situação de emergência resultante da pandemia, mais de R $ 30 milhões foram desviados na sobrecreção de contratos para a aquisição de testes destinados à detecção da doença. .

Segundo os pesquisadores, a soma do valor das isenções da licitação sob investigação ultrapassa R $ 73 milhões. O processo é executado com confiança.

O Grupo de Ação Especial MPDFT para Combate ao Crime Organizado (Gaeco) está cumprindo setenta e quatro ordens de apreensão e apreensão em São Paulo, Espírito Santo, Rio de Janeiro, Bahia, Goiás, Santa Catarina e Paraná, além do Distrito Federal.

Os suspeitos podem ser responsabilizados por fraude nas licitações, formação de cartel, lavagem de dinheiro, organização criminosa e corrupção ativa e passiva.

Segundo o governo do Distrito Federal (GDF), “todos os testes adquiridos, recebidos por doações ou enviados pelo Ministério da Saúde, são certificados pela Anvisa, a Agência Nacional de Vigilância Sanitária e, portanto, foram analisados ​​e aprovados pelo órgão federal. . ”

Em relação aos preços praticados, a GDF informa que eles representam valores de mercado e que as compras foram feitas “avaliando as marcas apresentadas, os certificados de qualidade e os preços mais baixos apresentados pelas empresas nas propostas”.

O tópico foi o tópico do Boletim nesta quinta-feira de manhã (2):

Com informações, Agência Brasil.

fonte: https://www.tercalivre.com.br/secretaria-de-saude-do-df-sob-investigacao-do-ministerio-publico/

Os comentários estão encerrados.

%d blogueiros gostam disto: