‘Cobre do seu governador, saia daqui’, diz Bolsonaro após ser questionado sobre o número de mortes por coronavírus.

'Cobre do seu governador, saia daqui', diz Bolsonaro após ser questionado sobre o número de mortes por coronavírus.
Ministro do STJ vê evidências de que o governador do Pará direcionou irregularmente a compra de respiradores
10 de junho de 2020
'Cobre do seu governador, saia daqui', diz Bolsonaro após ser questionado sobre o número de mortes por coronavírus.
Covas confirma reabertura do comércio de SP; shoppings devem voltar na quinta-feira
10 de junho de 2020

‘Cobre do seu governador, saia daqui’, diz Bolsonaro após ser questionado sobre o número de mortes por coronavírus.

'Cobre do seu governador, saia daqui', diz Bolsonaro após ser questionado sobre o número de mortes por coronavírus.

‘Cobre do seu governador, saia daqui’, diz Bolsonaro após ser questionado sobre o número de mortes por coronavírus.

BRASÍLIA – O presidente Jair Bolsonaro ficou com raiva nesta manhã de quarta-feira, quando foi acusado por um ex-eleitor que foi ao Palácio da Alvorada pelo grande número de mortes causadas pelo coronavírus. Segundo os dados mais recentes do consórcio formado pela imprensa, existem 38.497 óbitos e 742.084 casos registrados da doença. A atriz Cristiane Damo Bernart, que trabalha no escritório de um vereador vinculado à MBL, disse que Bolsonaro estava “traindo” a população, minimizando os efeitos da pandemia. O presidente reagiu mais tarde, dizendo que deveria deixar o espaço e impeachment do governador do estado em que vive.

– Temos 38.000 mortos por Covid. Existem 38 mil estatísticas. Existem 38 mil famílias, pessoas que choram. Você, como chefe da nação, votou em você, fez campanha por você … Eu sinto que você traiu nossa população (…) Dando encargos ao centro. A população morre e você me ignora? – disse Cristiane, enquanto Bolsonaro se afastava.

Cristiane é uma autoridade no escritório do vereador de São Paulo, Fernando Holiday (Patriota). Holiday é um dos coordenadores do MBL, um movimento que, depois de apoiar a eleição de Bolsonaro, passou a criticar o presidente. Nas redes sociais, Cristiane se apresenta como atriz. Ela, que também possui um canal no YouTube, foi rejeitada por outros apoiadores que esperavam falar com o presidente, em um espaço já dentro dos limites do Palácio da Alvorada. Bolsonaro ficou irritado com a acusação:

– Se você quiser conversar, saia daqui, porque já foi ouvido. Cobre do seu governador. Saia daqui – disse o presidente.

Depois de ouvir o agradecimento dos caminhoneiros que também estavam no espaço, Bolsonaro se referiu a Cristiane como uma “figura” e disse que sua afirmação seria “uma história o dia inteiro” na imprensa.

No Twitter, Holiday publicou um documento solicitando, na terça-feira, o setor de recursos humanos da Câmara Municipal para deduzir o salário de Cristiane devido à ausência de trabalho nesta quarta-feira. O documento enviado no dia anterior dizia que ela estará ausente do gabinete para “participar de uma manifestação pública de natureza política”.

Para os jornalistas que continuam acompanhando as saídas e chegadas de Bolsonaro ao Palácio da Alvorada, Cristiane afirmou que foi de São Paulo a Brasília com a intenção de registrar a denúncia:

– Vim criticar, até fiz um pôster com o número de 38 mil mortos. Interrogá-la (Bolsonaro) porque ela está escondendo esses dados de nós, por causa da birra da imprensa, por medo, por causa do que está fazendo. A população tem o direito de saber como é a situação de Covid. Ele, como chefe de estado, presidente da República, diz estar resfriado. Combine o churrasco com os ministros, vá com calma, finja que nada está acontecendo e seu país está morrendo. Eu o apoiei no momento da campanha e hoje me sinto traído, como milhões de brasileiros. Ele disse que não faria conchas com ninguém e que já estava dando empregos para o centro. Apenas quando pedi que ele fosse eleito, hoje quero que ele saia mais.

A acusação a Bolsonaro foi feita por Cristiane Damo Bernart, uma autoridade no escritório do vereador de São Paulo, Fernando Holiday (Patriot). Holiday é um dos coordenadores do MBL, um movimento que, depois de apoiar a eleição de Bolsonaro, passou a criticar o presidente. Nas redes sociais, Cristiane se apresenta como atriz. Ela também tem um canal no YouTube.

fonte: https://oglobo.globo.com/brasil/cobre-do-seu-governador-sai-daqui-diz-bolsonaro-apos-ser-questionado-sobre-numero-de-mortes-por-coronavirus-24472272

Os comentários estão encerrados.

%d blogueiros gostam disto: