China cede à pressão dos EUA e alivia restrições de viagens aéreas

China cede à pressão dos EUA e alivia restrições de viagens aéreas
A luta da China contra o COVID-19 pode resistir ao teste do tempo, diz porta-voz
8 de junho de 2020
China cede à pressão dos EUA e alivia restrições de viagens aéreas
“Não quero colocar no meu colo”, diz Bolsonaro quando cita o desemprego.
8 de junho de 2020

China cede à pressão dos EUA e alivia restrições de viagens aéreas

China cede à pressão dos EUA e alivia restrições de viagens aéreas

China cede à pressão dos EUA e alivia restrições de viagens aéreas

🔊 Clique para ouvir ou importar

A China disse que diminuiria as restrições às viagens aéreas internacionais adotadas para controlar o coronavírus.

A medida ocorreu horas depois que os Estados Unidos pressionaram Pequim para permitir que as companhias aéreas dos EUA retomassem os vôos para o país.

Os Estados Unidos ameaçaram proibir voos de passageiros da China a partir de 16 de junho, se o governo chinês não agir.

A disputa ocorreu em meio a crescentes tensões entre os dois gigantes econômicos.

Nas últimas semanas, os países discutiram o coronavírus e as políticas da China em Hong Kong.

O porta-voz do Ministério das Relações Exteriores da China, Zhao Lijian, disse que os dois lados estão em estreita comunicação sobre a questão das viagens aéreas.

“Agora a China anunciou o ajuste da política”, disse ele em entrevista coletiva. “Esperamos que os Estados Unidos não criem obstáculos para resolver este problema.”

fonte: https://www.tercalivre.com.br/china-cede-a-pressao-americana-e-afrouxa-restricoes-de-viagens-aereas/

Os comentários estão encerrados.

%d blogueiros gostam disto: