Carla Zambelli antecipou, no rádio, que os governadores seriam alvos das operações de PF

Carla Zambelli antecipou, no rádio, que os governadores seriam alvos das operações de PF
Zambelli, Bia Kicis e ‘Carteiro Reaça’ também são alvos da operação do FP
27 de maio de 2020
Carla Zambelli antecipou, no rádio, que os governadores seriam alvos das operações de PF
MEI: 59% dos microempreendedores não pagaram DAS
27 de maio de 2020

Carla Zambelli antecipou, no rádio, que os governadores seriam alvos das operações de PF

Carla Zambelli antecipou, no rádio, que os governadores seriam alvos das operações de PF

Carla Zambelli antecipou, no rádio, que os governadores seriam alvos das operações de PF

Uma declaração divulgada nesta segunda-feira (25) pela deputada do PSL, Carla Zambelli, de que os governadores seriam alvo das operações da Polícia Federal para investigar os desvios na área da saúde, fez com que os parlamentares levantassem suspeitas de que o FP esteja agindo objetivos políticos. . A Federação de Policiais Federais defendeu uma investigação sobre um possível vazamento na operação.

Na entrevista, Carla Zambelli, do PSL de São Paulo, um dos principais aliados do presidente Jair Bolsonaro, falou sobre a saída do governo Sergio Moro e disse que agora a Polícia Federal começará a realizar algumas operações. O deputado mostrou conhecimento das investigações da PF em relação aos governadores.

“O presidente Jair Bolsonaro nomeou um delegado da Polícia Federal. Já tínhamos algumas operações da Polícia Federal que estavam lá com a agulha para sair, mas elas não foram embora. Deveríamos ter nos próximos meses o que chamaremos de talvez ‘ Covidão ‘, ou … certo? Não sei qual será o nome, mas já existem alguns governadores que estão sendo investigados pela Polícia Federal “, afirmou o deputado na entrevista.

Após a operação nesta terça-feira (26), o presidente Bolsonaro parabenizou a Polícia Federal. Quando perguntada se a congressista Carla Zambelli sabia da operação, ela disse que a imprensa deveria perguntar a ela.

Em um comunicado, a Federação Nacional da Polícia Federal disse que o vínculo do parlamentar com a Associação de Delegados é conhecido e bem conhecido desde que ela era a líder do movimento nas ruas. Este link é demonstrado com a participação da Zambelli em eventos, vídeos e homenagens. Fenapef “defende a investigação, com responsabilidade e profundidade, da possibilidade de esse link ter sido utilizado para obter informações privilegiadas”.

Também em nota, a Associação Nacional de Delegados da Polícia Federal (ADPF) afirmou que “repudia veementemente a nota irresponsável da Federação Nacional da Polícia Federal (Fenapef), devido a conclusões sérias e infundadas sobre o possível vazamento de informações de investigação por parte da Federação”. esta associação, e que sempre condenou veementemente qualquer tipo de vazamento de informações confidenciais por qualquer pessoa. Os responsáveis ​​pela revelação de qualquer segredo profissional devem ser processados ​​e dispensados, sem prejuízo das sanções civis e criminais aplicáveis ​​”.

No Congresso, a declaração de Carla Zambelli também ressoou.

“Ele testa a imparcialidade de instituições importantes, como a Polícia Federal, e acaba criando um caminho para os possíveis culpados serem vítimas e acaba questionando essa operação no tribunal”, disse o deputado Marcelo Calero, do Cidadania -RJ.

“É importante preservar a independência da Polícia Federal e o sigilo das operações. O acesso a essas informações pode até controlar algumas operações, alertando quem é o alvo da operação. Independentemente de quem tenha acesso à informação e quem está sendo investigado ”, disse o deputado Paulo Ganime, do Novo-RJ e líder do partido.

“É inaceitável que tenhamos uma Polícia Federal sendo usada como instrumento político para perseguir alguém. E também é inaceitável que haja algum tipo de vazamento dessas informações, que são informações classificadas”, disse a deputada Joice Hasselmann, da São Paulo. Paulo PSL.

O governador de São Paulo, João Doria (PSDB), disse que a Polícia Federal deve ser independente.

“Atitudes como essa indicam o crescimento desse espírito autoritário e de uma conexão política em uma organização que deve ser absolutamente técnica e independente”, afirmou.

O governador do Maranhão, Flávio Dino, do PCdoB, também alertou para uma possível politização da Polícia Federal.

“Por um lado, uma tentativa de intimidar, conter em relação às investigações dirigidas ao Presidente da República e sua família. E, por outro, a tentativa de explorar politicamente investigações que podem até ser legítimas, mas que são objetivamente contaminados quando um deputado federal palaciano, antes do evento, anuncia que isso acontecerá contra um oponente político do Presidente da República. É necessária uma investigação, mas sempre com seriedade e respeito às leis “, afirma.

Em uma nota, Zambelli disse que é “absurdo e sem qualquer suporte na realidade a interpretação de que ela conheceria antecipadamente a operação da operação Placebo”; que “o que ele reproduziu ontem (segunda-feira) em entrevista à Rádio Gaúcha, eram informações já conhecidas e divulgadas na mídia que, em vários estados, as investigações da Polícia Federal e da respectiva polícia civil estavam ocorrendo sobre corrupção esquemas com recursos públicos federais “.

O líder do governo na Câmara, Major Vitor Hugo, do PSL-GO, defendeu o deputado e as ações da Polícia Federal.

“Estou absolutamente certo de que a congressista Carla Zambelli não teve nenhuma informação. Na minha opinião, foi uma coincidência, principalmente porque a Polícia Federal faz um trabalho muito sério, muito dedicado, são profissionais. O tempo e os objetivos da Polícia Federal Eles são decididos com o controle do Ministério Público, com a ação e também com o controle, a decisão do Poder Judiciário, para que essa possibilidade não exista. Embarque “, afirmou.

O governador do Rio Wilson Witzel reagiu à operação e exigiu ações da Polícia Federal na investigação de outro filho do presidente: o senador Flávio Bolsonaro.

fonte: https://g1.globo.com/jornal-nacional/noticia/2020/05/26/carla-zambelli-antecipou-a-radio-que-governadores-seriam-alvos-de-operacoes-da-pf.ghtml

Os comentários estão encerrados.

%d blogueiros gostam disto: