Bolsonaro recebe advogado de seu filho Flavio no caso Queiroz

BRASÍLIA – O presidente Jair Bolsonaro se reuniu neste domingo, durante aproximadamente uma hora, com o senador Flávio Bolsonaro (Republicanos-RJ) e seu advogado, Frederick Wassef, no Palácio da Alvorada, em Brasília. Ninguno do habló com taxa de despacho da reunião. A reunião que ocorreu em um dos casos do ex-ministro da Justiça Sergio Moro renunciou ao cargo e acusou o presidente de intenções de interferir nas investigações da Polícia Federal.

‘Rachadinha’: ‘Grande evidência de materialidade e autoria de crimes’, diz o ministro do STJ e nega a apelação de Flávio Bolsonaro

Durante esse discurso, o Moro também inclui informações sobre conversas sobre o tufo com Bolsonaro e sobre o renúncia do diretor geral da PF, Maurício Valeixo. Dijo que o presidente de jó claramente que gustar hacer a interferência política no cuerpo. Segue o Ministro da Justiça, o presidente “que investigou o caso no Tribunal Supremo Federal (STF)”, referenciando as investigações no curso sobre notícias falsas e ações antidemocráticas do processo final de semana.

Moro deja el gobierno: los pontos principais do discurso de renúncia

Segurar o colunista Merval Pereira, o presidente decidido rescindir o Maurício Valeixo, negou as informações que indicam as investigações sobre notícias falsas e está autorizando o “laboratório de odio” e o conceitual Carlos Bolsonaro.

Veja os momentos de Sergio Moro como Ministro da Justiça Foto anterior Foto do ministro da Justiça e da Segurança Pública, Sergio Moro, visto visto por teléfono no escritório da oficina antes do anúncio do jogo Foto: Pablo Jacob / Agência O Globo Moro participa da conferência de imprensa, em 13 de abril, para anunciar o boletim epidemiológico sobre o Covid-19 no país Foto: Jorge William / Agência O Globo O Ministro da Justiça compara a mesa junto com outros ministros e o Presidente, durante o anúncio de medida por parte do governo para combater a pandemia de Covid-19 Foto: Pablo Jacob / Agência O Globo – 18/03/2020 Moro e Bolsonaro durante a cerimônia de inauguração dos novos dirigentes do Tribunal Superior do Trabalho e do Conselho Superior de Justiça Laboral Foto: Jorge William / Agência O Globo – 19/02/2020 O ministro participa da comissão especial na câmara que analisa a recuperação da comissão despachada ntencia en segunda instancia Foto: Jorge William / Agência O Globo – 12/02/2020 Saltar PUBLICIDAD Bolsonaro e Moro durante uma cerimônia no Palácio do Planalto, em Brasília Foto: Adriano Machado / Reuters Bolsonaro e Moro durante uma cerimônia no Palácio de Planalto, para promover o pacote contra o crime Foto: Adriano Machado / Agência O Globo – 03/03/2019 Vivo em uma visita aos Arquivos Nacionais, no Rio de Janeiro, em agosto de 2019: em um cartão enviado ao Ministério de Economia, diego no momento em que o ajuste do pressuposto da hacer invia ações como as operações de FP Foto: Gabriel de Paiva / Agência O Globo – 26/08/2019 Em uma ‘premissa de popularidade’, o presidente Jair Bolsonaro fará uma equipamento de ministério, incluindo Sergio Moro, na tribuna de Maracaná, para a final da Copa América Foto: Carl de Souza / AFP – 07/07/2019 O ministro da Justiça, Sergio Moro, participa de uma audiência conjunta entre comissões de quadrilha , em la Cámar de Diputados, sobre supuestos mensais intercambiados com o coordenador da Operação Car Wash, o advogado Deltan Dallagnol Foto: Jorge Will iam / Agência O Globo – 02/07/2019 Omitir PUBLICIDAD O inflável super-moro se vê durante uma demonstração deoyo gobierno, em Brasília, em junho do ano passado. Uma pesquisa realizada em dezembro de 2019 mostrou que 53% da taxa de juros calculada sobre a taxa de juros como excelente / negociada no ministério, medidores que outros 23% consideram regular e 21%, mal / muito mal. Bolsonaro, por outro lado, cerca de 30% do capital / capital, 32% do capital e 36% do capital / capital Foto: Evaristo Sa / AFP – 30/06/2019 Sergio Moro em uma audiência na Comissão de Constituição e Justiça Foto: Jorge William / Agência O Globo – 19/06/2019 Bolsonaro e Moro miram o partido de futebol entre Flamengo e CSA juntos, no estádio Mané Garrincha, em Brasília, despachada por anuncio no site The Intercept Brasil dos diálogos entre Moro e abogado Deltan Dallagnol Foto: Jorge William / Agência O Globo – 12/06/2019 Durante a cerimônia do 154º aniversário da Batalha Naval de Riachuelo, em Brasília, Bolsonaro e Moro van la mano. Esta é a primeira reunião de exibição dos filtros de diálogo e moral Foto: Jorge William / Agência O Globo – 11/06/2019 Moro participa junto a Bolsonaro no firma do decreto que facilita a posição e a posição das armas. Foto: Daniel Marenco / Agência O Globo – 07/07/2019 Saltar PUBLICIDAD Sergio Moro entrega o projeto do pacote contra o crime de Rodrigo Maia, na Cámara Foto: Daniel Marenco / Agência O Globo – 19/02/2019 Moro discute com parlamentares os pontos do pacote contra o crime, que muda os artigos do Código Penal e suporta as leis para combater o crime organizado Foto: Jorge William / Agência O Globo – 06/02/2019 Moro em um dos primeiros acordos comprometidos como Ministro da Justiça: participação no Fórum de Davos, onde os usuários do governo de Bolsonaro têm populismo sobre a corrupção e a defesa de um pacto comercial no Brasil contra os sobrenomes Foto: FABRICE COFFRINI / AFP – 22/01/2019 Em uma conferência de imprensa, o Moro anuncia que decide abandonar o poder judicial de 22 anos de carreira e receber a carga do Ministro de Justiça de Jair Bolsonaro Foto: Geraldo Bubniak / Agência O Globo – 06/06/2018 Vivo durante uma viagem para Rio para encontrar-se contra Bolsonaro e recebe a convite para ser um ministro correto Foto: Foto do leitor – 11/01/2018

Flávio Bolsonaro, o prefeito de presidente da República, é investigado por desvio de fundos e lavagem de dinheiro no laboratório da Alerj, através de um programa ‘agregado’ com parte do salário de seus empregados.

As informações de inteligência financeira, que instruem a primeira fase das investigações, revelam movimentos incomuns de recursos no laboratório de Flávio Bolsonaro, no momento em que foi interrompido o estado no Rio. O primeiro mostra o movimento incomum de R $ 1,2 milhão para Fabrício Queiroz – o documento abrindo investigações. Luego, que atravessa o otro informe, suponha que o senador realiza 48 depósitos de R $ 2 milhões no total de R $ 96 mil em cinco dias no mês de junho de 2017. Este informe é um dos itens de defesa declarados no produto uma violação da confidencialidade. Banca sem autorização judicial. Em abril do ano passado, o Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro autorizou a quebra do segredo fiscal e bancário de Flávio e outras 95 pessoas e empresas.

Diretor geral de PF: “¿Y qué?”, ​​Dados de Bolsonaro sobre a indicação possível do amigo do seu diretor de PF

Neste mês, o ministro Felix Fischer, do Tribunal Superior de Justiça (STJ), forneceu a apelação do senador para revogar a violação do segredo fiscal e bancário e o contrato com o GLOBO que violou a autoridade autorizada “em decisões judiciais fundamentadas” e “no caso de uma evidência comprovada de materialidade e autoridade de delitos”.

Elio Gaspari: Bolsonaro processa o fin do mundo

A solicitação de defesa do senador Flávio Bolsonaro será realizada com base nos princípios do presente ano. Os advogados do senador apelam para o Tribunal de Justiça que solicita a Sala Penal da Corte Penal do Rio de Janeiro que foi denegada.

A apelação ante o Tribunal representa a novena vez que a defesa de Flávio pretende paralisar as investigações. O senador argumenta que a violação de segredo fiscal e bancário na comunicação realizada pelo Conselho de Controle de Atividades Financeiras (Coaf) sobre os movimentos atípicos.

fonte: https://oglobo.globo.com/brasil/bolsonaro-recebe-advogado-de-seu-filho-flavio-no-caso-queiroz-24395194

Os comentários estão encerrados.