Bolsonaro publica nota para dizer que não interferiu no PF e acredita no fechamento da investigação

Bolsonaro publica nota para dizer que não interferiu no PF e acredita no fechamento da investigação
Apoiantes de Bolsonaro assediam jornalistas em Brasília
25 de maio de 2020
Bolsonaro publica nota para dizer que não interferiu no PF e acredita no fechamento da investigação
Bolsonaro diz que acredita em arquivar uma investigação no Supremo Tribunal Federal
25 de maio de 2020

Bolsonaro publica nota para dizer que não interferiu no PF e acredita no fechamento da investigação

Bolsonaro publica nota para dizer que não interferiu no PF e acredita no fechamento da investigação

Bolsonaro publica nota para dizer que não interferiu no PF e acredita no fechamento da investigação

O presidente Jair Bolsonaro divulgou nesta segunda-feira (25) uma nota dizendo que não interferiu na Polícia Federal e que acredita no arquivo da investigação autorizada pelo Supremo Tribunal Federal (STF) a investigar o caso.

Bolsonaro solicita a apresentação de uma investigação investigando uma suposta interferência na PF

Na semana passada, foi divulgado o vídeo da reunião ministerial de 22 de abril. Segundo Moro, a gravação mostraria a tentativa de interferência do presidente.

“Nunca interferi no trabalho da Polícia Federal. Todas as declarações em contrário são frívolas. Os depoimentos de inúmeros delegados federais ouvidos confirmam que nunca pedi informações a nenhum deles. Espero responsabilidade e serenidade ao lidar com o assunto”. disse o presidente. é uma afirmação. Trecho da nota.

PF faz novos pedidos de informações sobre a suposta interferência de Bolsonaro na corporação

“Por uma questão de justiça, acredito no arquivo natural da investigação que motivou a difusão do vídeo. Reafirmo meu compromisso e respeito com a democracia e com os membros dos poderes legislativos e judiciais”, acrescentou Bolsonaro.

Em outra seção, o presidente disse que é hora de “todos se unirem”. “Para esse fim, devemos agir para ter verdadeira independência e harmonia entre as instituições da República, com respeito mútuo.”

O Procurador Geral da República analisará o vídeo da reunião ministerial de 22 de abril.

Vídeo da reunião ministerial

Na segunda-feira, Aras e Bolsonaro se reuniram na sede da Procuradoria Geral da República em Brasília.

No vídeo da reunião ministerial, Bolsonaro afirmou: “Não estou surpreso com a notícia. Nossa, eu tenho o PF que não me fornece informações”. O presidente também disse que gostaria de mudar a “segurança” no Rio de Janeiro.

Segundo Moro, Bolsonaro se referiu ao chefe da PF no Rio de Janeiro quando mencionou “segurança”. O presidente, por sua vez, diz que se referiu à sua segurança pessoal no estado.

Mas a segurança do presidente e de sua família é fornecida pelo Escritório de Segurança Institucional, chefiado pelo ministro Augusto Heleno, e não pela Polícia Federal. Como o Jornal Nacional mostrou, em vez de disparar contra a segurança no Rio de Janeiro, Bolsonaro promoveu a segurança.

Tudo

Leia a nota completa do Presidente Bolsonaro:

NOTA

Em vista da recente divulgação do vídeo da reunião ministerial de 22 de abril deste ano, observo o seguinte:

1. Permaneço fiel à proteção e defesa sem restrições do povo brasileiro, especialmente dos mais humildes e daqueles que mais precisam. Eu me sinto bem ao seu lado e nunca vou desistir disso.

2. Nunca interferi no trabalho da Polícia Federal. Todas as declarações em contrário são frívolas. Os testemunhos de inúmeros delegados federais ouvidos confirmam que nunca pedi informações a nenhum deles.

3. Espero responsabilidade e serenidade ao lidar com o assunto.

4. Por uma questão de justiça, acredito no arquivo natural da investigação que motivou a divulgação do vídeo.

5. Reafirmo meu compromisso e respeito pela democracia e pelos membros do poder legislativo e judicial.

6. É hora de todos se unirem. Para isso, devemos agir para ter verdadeira independência e harmonia entre as instituições da República, com respeito mútuo.

7. Finalmente, para o povo brasileiro, reitero minha lealdade e comprometimento com os valores e ideais democráticos que me levaram à Presidência da República. Estarei sempre ao seu lado e nunca pararei de lutar pela liberdade e pela democracia.

Brasília, 25 de maio de 2020.

Jair Messias Bolsonaro

fonte: https://g1.globo.com/politica/noticia/2020/05/25/bolsonaro-divulga-nota-para-dizer-que-nao-interferiu-na-pf-e-cre-em-arquivamento-de-inquerito.ghtml

Os comentários estão encerrados.

%d blogueiros gostam disto: