“As coisas não estão bem no Brasil”, diz o comerciante chinês

"As coisas não estão bem no Brasil", diz o comerciante chinês
Até agora, não houve aumento de coronavírus em locais que foram reabertos, afirmam os EUA. EUA
18 de maio de 2020
"As coisas não estão bem no Brasil", diz o comerciante chinês
China pede que empresas de alimentos aumentem estoques com medo de surto de coronavírus no Brasil
18 de maio de 2020

“As coisas não estão bem no Brasil”, diz o comerciante chinês

"As coisas não estão bem no Brasil", diz o comerciante chinês

“As coisas não estão bem no Brasil”, diz o comerciante chinês

Crusoé e O Antagonista +: 3 meses por R $ 1,90 / mês

Assine o nosso canal Telegram, com conteúdo exclusivo

A China pediu que empresas comerciais e processadores de alimentos aumentassem os estoques de grãos e oleaginosas.

Um comerciante de um dos maiores processadores de alimentos do país, que conversou com autoridades na semana passada para discutir as compras, disse à Reuters:

“Eles nos aconselharam a aumentar os estoques, a manter os suprimentos mais altos do que normalmente temos. As coisas não estão bem no Brasil. ”

Leia também: Crusoé: jornalismo real não é para agradar os poderosos

O Brasil é o principal fornecedor de soja para a China.

fonte: https://www.oantagonista.com/brasil/as-coisas-nao-parecem-bem-no-brasil-diz-comerciante-chines/

Os comentários estão encerrados.

%d blogueiros gostam disto: