“Acho que sou um dos últimos soldados em reggae”. Farruko

"Acho que sou um dos últimos soldados em reggae". Farruko

Sim, acho que é porque o gênero não era apenas um gênero que lutou contra muitos preconceitos, era um gênero bloqueado em muitas partes, eles não deixaram tocar porque vieram da rua, porque as palavras eram explícitas, O ritmo era muito pesado. Então lutamos contra pop e outros gêneros; A balada, o molho que eram os gêneros que eram. Quando começamos a se fundir e perceber que poderíamos se fundir com qualquer outro, que era um gênero que se mistura com alguém, que se encaixa em qualquer ritmo, porque ele estava começando a ser aceito, digerir. Quando eles viram colaborações com Salsa, com pessoas pop, o gênero cresceu a ponto de hoje ser o novo pop. Reggaeton é o gênero popular agora, e as pessoas querem. Eu acho que ele tinha sua missão a ponto de ser isso que as pessoas querem consumir.

fonte: https://www.vice.com/es/article/935z4y/creo-que-soy-de-los-ultimos-soldados-del-reggae-que-quedan-farruko

Os comentários estão encerrados.